Um pouco de mim

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
Professora de química que gosta de utilizar as Tecnologias de Informação e Comincação como ferramenta pedagógica.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

O poder do café

A segunda bebida mais consumida do planeta é tema de debate mediado por Marcello Scarrone na BN.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic), o café só perde o posto de bebida mais consumida para a água.  Diariamente, um bilhão de pessoas bebem o líquido e o hábito não é de hoje. A história do fruto é o assunto do próximo debate que a Revista vai promover no dia 22 de junho, às 16h, no auditório da Biblioteca Nacional.
Os palestrantes serão os professores do departamento de História da Universidade Federal Fluminense (UFF), Carlos Gabriel Guimarães e Humberto Fernandes Machado. Entre os pontos que serão abordados estão: a expansão do café no Vale do Paraíba (Fluminense e Paulista) e a relação comercial e portuária com a cidade do Rio de Janeiro; a ascensão escravista paulista (Oeste Novo) e mineira (Zona da Mata); o descaso dos proprietários em relação à preservação das matas, o que ocasionou escassez pelas “terras virgens”; e o alto índice de mortalidade dos escravos em virtude da cultura repressiva existente.
Os alunos que participarem do evento receberão certificados que podem ser utilizados como horas de atividades complementares em suas universidades. Além disso, será sorteada uma assinatura da Revista de História da Biblioteca Nacional por um ano. A série de debates também será transmitida em tempo real, via Internet, no site do Instituto Embratel, através do link TV PontoCom. Haverá também postagens no Twitter durante o encontro.
O café é destaque também nas páginas da edição de junho da Revista de História.
Terça-feira, 22 de junho de 2010, às 16h
Entrada franca
Auditório da Biblioteca Nacional
Rua México, s/no. – Centro – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2240-4300


2 comentários:

Lourenço Júnior disse...

Parabéns pelo seu trabalho, Soraia!!! Podemos perceber o carinho com que trabalha com seus alunos!!! Acredito que professor não precisa ser apenas competente no que faz mas também demonstrar respeito pelo seu público e isso você tem de sobra!!!

Abraços e sucesso no seu trabalho!!!

Soraia Oliveira disse...

Oi, Lourenço:

Muito obrigada pelas suas palavras. É muito bom saber que o nosso trabalho não é em vão. Carinho e respeito são fundamentais na relação professor-aluno. Que o nosso Senhor nos ilumine sempre nessa caminhada...
Tudo de bom
Soraia

Postar um comentário